terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Resenha - As Crônicas de Gelo e Fogo - O Festim dos Corvos - Livro Quatro

Bom dia! Hoje vim falar sobre o quarto livro das Crônicas de Gelo e Fogo, O Festim dos Corvos, do querido George Martin.
Se você ainda não viu, abaixo está linkado as resenhas dos livros anteriores:

Livro Um - A Guerra dos Tronos
Livro Dois - A Fúria dos Reis
Livro Três - A Tormenta de Espadas

Bem, esse livro não contém capítulos de todos os personagens, como os anteriores. Isso acontece porque Martin tinha escrito muito material e o livro ficaria gigantesco, então ele decidiu dividir esse material em dois livros. No entanto a divisão foi feita por personagens e não na  divisão do conteúdo de maneira brusca. Dessa forma, no livro quatro não temos o Tyrion, Jon Snow e Daenerys (e outros). Por isso estou louca para iniciar o próximo livro e saber o que vai acontecer com esses personagens (que diga-se de passagem, são os mais fodas, além da Arya)!
Uma coisa que vale ressaltar é a abordagem sobre diversas religiões nesse livro. Eu acho fascinante as criações de Martin, e se tratando de religião, fico súper vidrada.
Fisicamente, o livro segue o padrão de capa dos outros. Eu nem preciso falar que eu amo as capas, não é mesmo? São perfeitas! Esse livro não é tão grande, então dá pra ler em menos de um mês ou até em poucos dias, caso haja mais tempo disponível para se dedicar à leitura. 


Um aviso muito importante: A seguir, teremos SPOILERS para quem ainda não leu até o terceiro livro ou ainda não está acompanhando a série, então leia por sua conta e risco. u.u

Após a morte de Tywin Lannister, Cersei se ver mais sozinha do que nunca e não confia em mais ninguém em Westeros, exceto seu irmão, que nega o pedido de ser Mão do Rei Tommen. A Rainha então acredita que este é o seu momento de brilhar, já que esta nasceu mulher e a vida inteira foi dependente de homens no reino. Tommen se casa com Margaery, mas como ele tem apenas oito anos de idade, ela decide mostrar que pode moldar o garoto e fazê-lo entender melhor os assuntos do reino.
Aeron Greyjoy, o Cabelo-Molhado e irmão de Balon Greyjoy, o rei morto das Ilhas de Ferro, após saber da pretensão de seu irmão mais velho Euron Olho de Corvo, convoca uma Assembleia de homens livres para eleger o novo rei que precederá Balon.
Arya chega a Bravos e chega à Casa do Preto e Branco, um templo onde a morte é cultuada. Ela conhece então um homem amável e uma menina abandonada que usam roupas preto e branco e lhe ensinam muitas coisas sobre a religião.


Sansa continua no Ninho da Águia após a morte de Lysa Aryn, juntamente com Lorde Robert, seu primo e Lorde Baelish. No entanto, ela escurece o cabelo e se torna Alayne, filha bastarda de Mindinho.
Asha, filha de Balon, acreditando que seu irmão Theon faleceu, busca conquistar os homens de ferro e conseguir seu lugar na Cadeira de Pedra do Mar.
As filhas de Oberyn Martell são encarceradas pelo Príncipe Doran após mostrarem seus desejos de vingança para com Porto Real.
 Brienne procura Sansa, como promessa à Jaime, e nessa busca, encontra Podrick, antigo escudeiro de Tyrion e juntos percorrem diversos lugares atrás da bela donzela.
O novo conselho de Cersei é formado, e embora não tão confiável, para ela é melhor que ter algum Tyrell como membro. Cersei, com toda sua dissimulação, planeja juntamente com Osney algo que pode ser o fim do casamento de Tommen com Margaery.

Enfim gente, é muito bom o livro, todos deveriam ser obrigados a ler essa série! u.u haha
Até mais e boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resenha - Morte: Edição Definitiva

Bom dia gente! Hoje vim resenhar uma HQ maravilhosa, cativante, linda e perfeita! Sim, é isso tudo mesmo e muito mais. A Morte é um dos meu...