quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Uncharted 3 - O que achei!

Bom dia gente!
Hoje vou falar sobre um game que esperei muito para poder jogar e finalmente consegui. Eu já tinha jogado Uncharted 2 e tinha amado, e com o Uncharted 3 não foi diferente. O jogo é lindo demais, tem um gráfico impecável e a própria história em si é muito boa. Estou apaixonada por esse jogo, é sem dúvida um dos meus preferidos de PS3.
Uncharted 3 é um jogo de ação/aventura em terceira pessoa desenvolvido pela Naughty Dog exclusivamente para PS3. Para os fãs de Tomb Raider, é um prato cheio!
Antes de prosseguirem na leitura, quero avisá-los que a seguir terá spoilers!!!


Achei a jogabilidade muito boa, tanto no combate corpo a corpo quanto com armas. O personagem carrega consigo duas armas, uma de menor porte e outra maior, além de cinco granadas. O game fornece munição ao derrotar os inimigos e ela está presente em abundância.


O jogo inicia quando Nate Drake e Sully estão em Londres com Talbot para a negociação de um anel de Nate. Ao acusarem Talbot de lhes darem dinheiro falso, a luta começa.
Posteriormente, o game mostra Drake durante sua adolescência, quando este está em um museu em busca do anel de Sir Frances, mas é expulso quando suspeitam que ele pode ser ladrão. Nate nota o interesse de Sullivan no anel e segue, conseguindo roubar-lhe a carteira e pegar a chave do local em que o anel estava exposto no museu. No entanto, ele é perseguido por agentes de Marlowe, e Sully o salva e se torna seu mentor.

Nate e Sully vão a Síria e França e descobrem que Marlowe é a chefe de uma organização que buscar o poder explorando o medo dos seus inimigos. Ao irem para Iémen, Drake se encontra com sua esposa Elena e esta serve-se de guia para os dois. Eles localizam a tumba subterrânea, assim descobrindo a localização da cidade perdida e que Sir Francis Drake também tinha encontrado a tumba e que foi nesse  momento que ele abandonou a missão. 


Nate é atingido por um dardo alucinógeno . Ao acordar, encontra-se em uma mesa com Marlowe e inicia uma perseguição a Talbot após saber que este sabe a localização de Sully. Nate é esmurrado por Ramsés, um pirata de Marlowe e cosegue escapar do cativeiro e consegue alcançar um navio onde Sully foi capturado.

Nate descobre que era armação  e que Sully na verdade estava no deserto Rub’ al-Kjali e que para resgatá-lo, deveria apanhar um avião de carga de Marlowe. Com ajuda de Elena, ele consegue embarcar, mas é logo descoberto pelos homens de Marlowe e nessa luta que se segue, ocorre uma explosão, onde Nate é sugado para fora do avião e por sorte colide com uma grade de abastecimento que tem um pára-quedas implantado. O jogo prossegue no deserto. Nate é atacado por homens de Marlowe e um grupo de homens a cavalo, liderado por Salim o salva, também conseguindo salvar Sully. 






O verdadeiro mistério que aconteceu ao povo de milhares de anos atrás em Ubar torna-se evidente: quando o rei Salomão lançou o vaso de bronze para as profundezas da cidade, ele caiu na água e começou a contaminar a água com um poderoso alucinógeno. As pessoas foram levados à loucura, e a civilização na cidade desmoronou.
Nate descobre que foi em busca do navio que a Rainha Elizabeth enviou Francis Drake, mas ao saber as consequências de sua busca, abandona a missão e regressa a Inglaterra. Nate e Sully encontram Marlowe, que está usando um gincho para mergulhar o talismã de bronze na água, mas eles conseguem destruir esse guincho e a explosão atinge a cidade. Os dois tentam escapar da cidade em ruínas e encontram Marlowe e Talbot, onde ela se encontra afundando em areia movediça, levando o anel com ela. Nate atinge uma bala em Talbot, matando-o, quando este tenta matar Sully.
Por fim, Nate, Elena e Sully voltam para casa no novo avião de Sully.
 


Eu amei o game (e já estou ainda mais ansiosa para comprar o ps4 para jogar Uncharted 4), tenho certeza que a sequência será tão foda quanto esse. É sem dúvida uma das melhores experiências do ps3, vale muito a pena!
Boa jogatina!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resenha - Mestre Gil de Ham

Bom dia gente! Hoje vim resenhar para vocês o segundo livro que li do mestre da fantasia J. R. R. Tolkien: Mestre Gil de Ham. É um livro cu...